SEGUIDORES DO MURAL

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

vida de cachorro não é facil!

Com frio, cachorro entra em ônibus para se aquecer e dá uma volta pela cidade

Em Glasgow, na Escócia, um cachorro estava com tanto frio que entrou em um ônibus que parou em um ponto e se deitou no local mais quente do veículo. Os passageiros contaram que o "cairn terrier" tinha pedaços de gelo pendurados nos pelos, e se recusou a sair. Depois de passear pela cidade, ele foi levado à Sociedade Escocesa de Prevenção à Crueldade contra Animais.

A organização anunciou no rádio que o cão havia sido encontrado, e a cunhada de sua dona acabou a avisando. Hamish, o terrier de 11 anos, reencontrou Ashley McGuinness. Ele tinha passado por baixo da grade do jardim e foi passear pelas ruas, mas o inverno rigoroso que está assolando o Reino Unido o fez entrar no ônibus. O bicho passa bem.



Cachorro vira cadela depois de cirurgia de troca de sexo

Cirurgias de troca de sexo estão se tornando cada vez mais comuns. Mas, para cachorros, o procedimento ainda é uma raridade, assim como a condição da bull terrier Saira, de Staffordshire, no Reino Unido. Ela nasceu tecnicamente hermafrodita – com órgãos genitais de ambos os sexos. Até pouco tempo, seu dono, John Conchie, achava que Saira era um macho. Mas bem que ele desconfiava de algo.
Saira sempre se interessou pelos “meninos” e nunca deu bola para as fêmeas. O veterinário então decidiu fazer uma cirurgia que a tornasse uma “menina” completa. Ela poderia até mesmo ter filhotes. O profissional de Manchester que conduziu a intervenção disse que, em 30 anos de trabalho, nunca viu um caso de hermafroditismo entre cães.

Homem se casa com cadela na Austrália

O amor não tem preconceito, nem fronteiras. Mas muitos consideram a ideia de se casar com uma cadela um pouco extrema. Foi o que o australiano Joseph Guiso fez, em uma cerimônia para 30 pessoas no parque Laurel Bank, em Toowoomba, na Austrália. A noiva era uma fêmea de labrador de cinco anos chamada Honey.

Joseph contou ao site news.com.au que decidiu se casar com o cão durante um passeio no parque com Honey. Ele viu uma cerimônia de casamento acontecendo e comentou que achava uma boa ideia. “Ela não disse nada. Tomei isso como um sim”, disse à agência. Mas Joseph frisa que seu relacionamento é puramente platônico, e que não faz sexo com ela.




Danceteria para cachorros agita comunidade canina de NY

Quem quiser passar a noite dançando em Nova York (EUA) sem se preocupar com seu cãozinho agora pode deixá-lo em sua própria balada. No Fetch Club, os cachorros dançam, são massageados em um tapete de lã de ovelha e podem comer do bom e do melhor.

Se bater aquela fominha, os bichos também têm à disposição um sushi especial para caninos, ou outras guloseimas. “Eles adoram se deitar no tapete e receber massagem”, disse Jenna Lee, co-fundadora do misto de clube noturno e SPA, ao jornal "New York Post".
Fonte: Site Terra