SEGUIDORES DO MURAL

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

AH! LELEK, LEK...

 aah lelek lek lek lek lek lek lek
É o barulho do meu relho no lombo desses moleque

Girando girando a égua pra um lado, girando girando a égua pro outro
É num tranco bem campeiro eu vou cantando pro meu povo

Aqui no contigo o negócio é diferente
Então para de frescura e vê se aprende com a gente
O barulho é bem alto chega até arrancar couro
Se o moleque se fresquear eu sento o relho de novo