SEGUIDORES DO MURAL

domingo, 15 de julho de 2012

DIA DO HOMEM (SERÁ QUE PEGA?)

Uma data que não muda nada, pois já existe o dia dos pais que é uma data muito importante. Dia do homem só para ter igualdade ao dia da mulher ou para satisfazer o nosso ego, não vai surgir muito efeito. Muitos homens vão dizer de boca pra fora, só para se exibir, perante uma mulher. Quem inventou deve pensar em aumentar as vendas no comércio com essa nova data... Em minha opinião não vai dar em nada, pois ainda fico com a data do dia dos pais.
No dia 15 de Julho, comemora-se o Dia do Homem no Brasil. Já em outros países, a data firmada para tal solenização é 19 de novembro, dia que marca o início da data comemorativa, criada em 1999, por Dr. Jerome teelucksingh, em Trinidad e Tobago. Hoje, em caráter internacional, é celebrada na Jamaica, Austrália, Índia, Itália, Estados Unidos, Nova Zelândia, Moldávia, Haiti, Singapura, Malta, África do Sul, Gana, Hungria, Canadá, China e Reino Unido. A criação da data teve como objetivo a promoção da saúde dos homens e a busca por igualdade entre gêneros, destacando a discriminação sofrida e enfatizando as conquistas e melhorias trazidas por eles em diversos aspectos que envolvem sociedade e família. Desde o início da celebração, a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) apoia a iniciativa e, através de sua representante, Sra. Ingeborg Breines, diretora da Secretaria de Mulheres e Cultura de Paz, afirma que “é uma excelente ideia e que daria um certo equilíbrio de gênero”.O artigo 1° da Declaração Universal de Direitos Humanos relata:“Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.” O Dia do Homem tem igual importância ao Dia da Mulher, pois ambos têm o seu espaço na sociedade e buscam objetivos semelhantes como a promoção da vida, o bem-estar da família, o cuidado com o meio ambiente e a busca pela saúde física e mental.
Fonte: Gabriela Cabral (Site: Brasil Escola)