SEGUIDORES DO MURAL

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Quando alguém morre...

 Quantas vezes quando morre alguma celebridade, é anunciado na televisão... Fulano de tal, morreu e deixou dois filhos, esposa, mãe, sogra, cachorro e gato. Pois é, fico agora pensado: ...Quando morremos, não levamos nada. Imagina se eu morro, hoje e ai eu possa escolhar alguém que eu quero levar junto comigo para o outro lado.  Se pudessemos levar algo? Quem sabe uma televisão 52 polegadas, um frigobar, minha poltrona e minhas cervejas. Se o cidadão morreu é porque deixou muitas coisas como esposa, filhos, amigos, televisão, casa, carro, moto, etc... Quer que o sujeito leve a sogra junto? Mas ai é muita sacanagem... Sei que as vezes o sujeito morre e depois vem assombrar e querer puxar alguém pelo pé... Se é a sogra sendo puxada pelo pé, ai tudo bem! Então não podemos se apegar muito em coisas materias, porque com certeza, vai deixar... fazedeiro morreu e deixou terras, 1000 cabeças de gados, a sogra, e porquinho da ceia de ano novo. Nascemos e morremos e o natural da vida e deixaremos coisas materias e família e amigos. Importante é viver o momento e fazer o bem, sem olhar a quem! Márcio Píffero